Melqui Lima é pós-graduado com especialização em Assessoria de Imprensa pela Faculdade do Vale do Ipojuca e graduado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba.

Já atuou na Rádio São Domingos FM (Brejo da Madre de Deus) em 2007, na Rádio 101,9 FM (Santa Cruz do Capibaribe) de 2007-2008, na Estação Sat (Santa Cruz do Capibaribe) de 2008-2009 e atua até hoje na Rádio Vale AM. Onde desenvolve os trabalhos de produtor e apresentador do programa VALE MAIS.

Atualmente é o responsável pelo Blog do Melqui, assessor de imprensa do vereador Ronaldo Pacas, jornalista da Rádio Vale AM, assessor de imprensa do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e mestre de cerimônias. Entre em contato pelo blogdomelqui@hotmail.com ou flipicomunicacao@gmail.com.

Acompanhe o Melqui Lima




Mural

Melqui Lima
A Voz do Brasil presta um grande serviço à sociedade. Mas se você não quer deixar de ouvir a transmissão de mais de 1/3 dos jogos da Copa que acontecerão às 19h e quer mais informação de trânsito, música e entretenimento nesse horário, a voz do seu deputado precisa falar por você. Essa é a hora! O Brasil quer a flexibilização do horário da Voz do Brasil votada e aprovada. Particip...
Terça, 22 Abril 2014 17:35
Melqui Lima
Super Manhã - de segunda à ***ta, a partir das 8h da manhã. Tarde Livre - de segunda à ***ta das 14h às 16h. Participe pelos telefones 3731-4033 ou 9275-6290
Quarta, 12 Março 2014 16:44
Deixe o seu recado!

PIB pernambucano cresce 0,4% no terceiro trimestre e mantém trajetória de recuperação

O Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco apresentou uma elevação real de 0,4% no terceiro trimestre do ano na comparação com o trimestre imediatamente anterior, a preços de mercado e considerando a série com ajuste sazonal. Esse resultado decorreu do movimento dos setores da Agropecuária e da Indústria, que cresceram 0,3% e 2,3%, respectivamente. Já o setor de Serviços apresentou queda de 0,2%.


Os dados são da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisa (Condepe/Fidem) e retratam uma tendência de recuperação gradual da economia pernambucana, que deve se intensificar a partir de 2017. Enquanto isso, a economia brasileira segue em queda. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam um recuo de 0,8% no terceiro trimestre em relação ao segundo, também levando em consideração a série ajustada.

 

No comparativo do terceiro trimestre com o segundo, o valor adicionado do PIB pernambucano registrou um crescimento de 0,1%, enquanto os impostos líquidos sobre a produção cresceram 0,6%. Em valores correntes, o PIB pernambucano do terceiro trimestre de 2016 alcançou R$ 40,8 bilhões.

 

Nos nove primeiros meses do ano, na comparação com o mesmo período de 2015, o PIB pernambucano apresenta redução de 4,3%. O estudo comparativo indica um comportamento abaixo da média de todas as atividades produtivas no período: Agropecuária (-7,5%), Indústria (-6,3%) e Serviços (-3,9%). Na comparação acumulada, de janeiro a setembro de 2016 sobre igual período de 2015, a estimativa do IBGE mostra uma queda de 4,0% no PIB brasileiro.

 

Em outra ótica, quando comparados os últimos quatro trimestres do PIB estadual com os quatro trimestres imediatamente anteriores, a economia pernambucana apresenta os seguintes resultados: Agropecuária (-0,1%), Indústria (-7,3%), Serviços (-4,6%), Valor Adicionado (-5,0%), Impostos (-4,0%) e PIB-PM (-4,8%).

 

O presidente da Agência Condepe/Fidem, Flávio Figueiredo, comentou que a economia pernambucana vem se recuperando lentamente, mas a previsão é que os números já se mostrem positivos a partir deste ano. “Apesar do ritmo lento, a economia pernambucana vem se destacando em relação ao Brasil e aos demais Estados brasileiros que realizam este estudo”, disse o gestor.

 

Tanto Figueiredo quanto Maurício Cruz, secretário executivo de Desenvolvimento do Modelo de Gestão da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), afirmam que o resultado positivo para a economia pernambucana é resultante de uma política econômica adotada desde a gestão Eduardo Campos da descentralização dos polos econômicos (houve a chegada de grandes empreendimentos em Vitória de Santo Antão, Salgueiro, Bom Conselho, entre outros) e da manutenção dos investimentos. “Recentemente, o governador Paulo Câmara anunciou investimentos de R$ 1,5 bilhão, destinados principalmente para ações de infraestrutura”, ressalta Maurício Cruz.

 

A indústria foi destaque entre os números que vem impulsionando a recuperação da economia, resultado do desempenho positivo principalmente da indústria da transformação, que cresceu 6,5%, influenciado, principalmente pelos desempenhos positivos nos setores de veículos automotivos (Fiat em Goiana, na Mata Norte) e de máquinas, aparelhos e materiais elétricos e de produtos de metal (fabricação de ventiladores, baterias e outros). O estudo da Agência Condepe/Fidem se mostra otimista também com relação à recuperação da agropecuária, com a normalização dos períodos chuvosos.

 


O cálculo do PIB estadual do 3º trimestre de 2016 feito pela Agência Condepe/Fidem contempla a revisão dos cálculos dos anos de 2002 a 2009 (série retropolada) incorporando as mudanças conceituais e de classificação introduzidas com a série de referência 2010, a exemplo do que foi realizado em nível nacional pelo IBGE.

 


Texto - Ceça Ataides e Micheline Batista (Seplag)

Confira o Programa Moda Center no Ar desta sexta-feira 20/01

Sesi/PE abre inscrições para 145 vagas de supletivo no Agreste

O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) abre, nesta sexta-feira (20), as inscrições para novas turmas do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA), o antigo supletivo. A iniciativa é voltada para pessoas que estão fora da faixa etária praticada nas escolas tradicionais possam retomar os estudos e concluir o Ensino Fundamental e Médio na metade do tempo, mas sem perder a qualidade do ensino. São 542 vagas em Pernambuco, sendo 145 em Caruaru, no Agreste. Dessas vagas, 15 são gratuitas destinadas ao trabalhador da indústria. Para as demais pessoas, o preço é acessível. As inscrições devem ser feitas até 31 de janeiro. Mais informações pelo telefone (81) 3722.9520.

 

“Ter a Educação Básica completa abre novas perspectivas para as pessoas no mercado de trabalho”, afirma o gerente da Unidade de Educação do Sesi/PE, Michael Groarke. “Estamos oferecendo vagas gratuitas para o trabalhador da indústria para estimular o aumento da escolaridade dele e, dessa forma, contribuir para ampliar a competitividade do setor produtivo no Estado”.

 

Na EJA, o aluno pode se formar na metade do tempo. Os Ensinos Fundamental I e II podem ser concluídos em apenas dois anos cada e o Ensino Médio em 18 meses. Para ingressar no Ensino Fundamental é preciso ter pelo menos 15 anos, já no Ensino Médio é necessário possuir 18 anos.

 

Para facilitar o acesso de quem trabalha, as aulas serão à noite. As aulas iniciam em 1º de fevereiro. Outras informações pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  ou pelo WhatsApp (81) 9.8829.3330.

IFPB vai ofertar 1260 vagas em 10 campi

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi divulgado, nessa quarta-feira. As notas podem ser conferidas no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).


A nota do Enem é a porta de entrada para os cursos superiores do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB). Nessa edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o IFPB vai ofertar 1.260 vagas em 10 campi: João Pessoa, Sousa, Campina Grande, Cabedelo, Patos, Princesa Isabel, Monteiro, Cajazeiras, Picuí e Guarabira.


Conforme calendário divulgado pelo Ministério da Educação, as inscrições começam a partir do dia 24 e encerram em 27 de janeiro. Nesta edição 2017.1, serão ofertadas 238.397 vagas em 131 instituições em todo o país. As inscrições são feitas online. Cada candidato pode se inscrever em duas opções de curso. Só é possível concorrer com a nota do Enem 2016 e se não tiver zerado a redação.


Os cursos superiores ofertados pelo IFPB são: Engenharia da Computação, Ciências Biológicas, Medicina Veterinária, Educação Física, Química, Agroecologia, Tecnologia em Alimentos, Automação Industrial, Construção de Edifícios, Design de Interiores, Geoprocessamento, Negócios Imobiliários, Redes de Computadores, Sistemas de Telecomunicações, Sistemas para Internet, Administração, Engenharia Elétrica, Matemática, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Engenharia Civil, Física, Telemática, Gestão Comercial, Segurança no Trabalho e Gestão Ambiental.


Acesse aqui a tabela com a relação de vagas por curso/campus/turno. No Sisu, o IFPB está ofertando somente as vagas dos cursos presenciais, nas três modalidades: bacharelado, tecnólogo e licenciatura.


De acordo com o diretor de Ensino Superior do IFPB, Geísio Lima Vieira, a previsão do MEC é que no dia 30 de janeiro seja publicado o resultado da primeira chamada. A previsão é que as matrículas sejam efetuadas nos dias 3, 6 e 7 de fevereiro. De 30 de janeiro a 10 de fevereiro, é o período previsto para aderir à lista de espera, também pela página do Sisu.

 

Assessoria de imprensa 

DETRAN-PE Informa