Melqui Lima é pós-graduado com especialização em Assessoria de Imprensa pela Faculdade do Vale do Ipojuca e graduado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba.

Já atuou na Rádio São Domingos FM (Brejo da Madre de Deus) em 2007, na Rádio 101,9 FM (Santa Cruz do Capibaribe) de 2007-2008, na Estação Sat (Santa Cruz do Capibaribe) de 2008-2009 e atua até hoje na Rádio Vale AM. Onde desenvolve os trabalhos de produtor e apresentador do programa VALE MAIS.

Atualmente é o responsável pelo Blog do Melqui, assessor de imprensa do vereador Ronaldo Pacas, jornalista da Rádio Vale AM, assessor de imprensa do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e mestre de cerimônias. Entre em contato pelo blogdomelqui@hotmail.com ou flipicomunicacao@gmail.com.

Acompanhe o Melqui Lima




Mural

Melqui Lima
A Voz do Brasil presta um grande serviço à sociedade. Mas se você não quer deixar de ouvir a transmissão de mais de 1/3 dos jogos da Copa que acontecerão às 19h e quer mais informação de trânsito, música e entretenimento nesse horário, a voz do seu deputado precisa falar por você. Essa é a hora! O Brasil quer a flexibilização do horário da Voz do Brasil votada e aprovada. Particip...
Terça, 22 Abril 2014 17:35
Melqui Lima
Super Manhã - de segunda à ***ta, a partir das 8h da manhã. Tarde Livre - de segunda à ***ta das 14h às 16h. Participe pelos telefones 3731-4033 ou 9275-6290
Quarta, 12 Março 2014 16:44
Deixe o seu recado!

Agreste ganhará serviço pioneiro de cirurgias cardiovasculares

O Hospital Mestre Vitalino, localizado em Caruaru, Agreste Pernambucano, passará a ofertar a partir deste mês um serviço pioneiro para os pacientes da 4ª e 5ª regionais de saúde que estão na fila de espera. Na próxima terça (06) será realizada a primeira cirurgia cardiovascular, na qual o paciente passará por uma revascularização miocárdica, um procedimento frequentemente realizado na área. O serviço funcionará inicialmente todas as terças e quintas, totalizando uma média de 15 cirurgias/mês.

 

Nas proximidades do terceiro ano de funcionamento, este é mais um passo de grande relevância nos atendimentos prestados pela unidade, que passará a ser referência nas cirurgias cardiovasculares, e realizará todos os tipos necessários para atender a demanda da população adulta da região. “Nós estamos felizes e na expectativa para este primeiro procedimento. Montamos uma equipe altamente capacitada, com o que há de mais moderno e eficiente, para que a população tenha um dos melhores serviços do Estado de Pernambuco”, contou o diretor do HMV, Dr. Marcelo Cavalcanti.

 

Além das cirurgias, o Hospital ofertará também o atendimento ambulatorial cardiovascular, regulado pela Secretária Estadual de Saúde (SES), ou seja, os pacientes já atendidos por outras unidades de saúde, que precisem do atendimento ambulatorial, serão encaminhados via Central de Regulação para o HMV, o atendimento deste fluxo oferece um critério de equidade e transparência para o serviço.

 

Para o cirurgião cardiovascular, Dr. Fernando Augusto Figueira, estes atendimentos chegam para uniformizar e melhor distribuir os serviços de atenção cardiovascular de alta complexidade. “A inauguração do serviço de cirurgia cardiovascular adulto do HMV vem coroar os investimentos feitos pelo Governo do Estado na atenção as doenças cardiovasculares. Antes da abertura deste serviço, os pacientes da região eram obrigados a buscarem atendimento em Recife e Região Metropolitana, o que trazia superlotação das unidades, sem contar o prejuízo para os pacientes e familiares que precisavam se deslocar por quilômetros para ter o atendimento necessário”.

 

Com a implantação deste serviço, o HMV caminha para os 100% de atendimento, e passa a ter resolutividade plena para as doenças cardiovasculares, atendendo assim uma demanda crescente dos usuários do SUS de Caruaru e cidades circunvizinhas, o que promove uma verdadeira descentralização na oferta de serviços de saúde. O Hospital Mestre Vitalino fica localizado na avenida Amazonas, Rod. BR-104, 175, bairro Luiz Gonzaga.

GOVERNO DE PERNAMBUCO

Confira o Programa Moda Center no Ar desta sexta-feira 02/06

COLUNA VIDA É MOVIMENTO

PARALISIA CEREBRAL

 

A paralisia cerebral (PC) é um termo usado para descrever um grupo de desordens que afetam os movimentos do corpo, da postura e do equilíbrio. Uma definição básica de PC é "a paralisia do cérebro”. As dificuldades geralmente aparecem na primeira infância e embora não exista cura para a condição, o tratamento precoce pode reduzir as deficiências associadas.

 

Existem três tipos de Paralisia Cerebral: 

- Espástica: associada ao aumento do tônus (hipertonia), movimentos bruscos e anormais, músculos rígidos. 

- Discinética: afeta a coordenação dos movimentos e possui subclassificações. 

 Atetoíde: movimentos involuntários e fracos. 

Ataxia: movimentos rápidos e que exijam maior controle motor, como a escrita. 

- Mista: combinação das duas formas e mistura características das formas (atetoíde e espástica).

 

Exercício: 

 

O exercício cardiovascular é recomendado para aumentar a capacidade aeróbica e a resistência. O uso de esteiras não é recomendado para casos de paralisia, podendo ocasionar o prejuízo de manter o equilíbrio ou a coordenação. A bicicleta ergométrica é o melhor equipamento cardiovascular. É recomendado um programa de três a cinco dias por semana, de 20 a 40 minutos, e mantendo frequência cardíaca em 40% a 85%.

 

A paralisia geralmente resulta na extrema flexão dos adutores do quadril, então é necessário fortalecer os oponentes do quadril, os abdutores. Embora os adutores sejam naturalmente fortes, eles podem estar muito fracos e precisam ser incluídos no programa. Se o indivíduo tiver luxação ou deslocamento do eixo do quadril, uma avaliação médica será necessária, para garantir exercícios seguros para a articulação. Um tipo comum de PC, a hemiplegia espástica, resulta na fraqueza ou paralisia completa de todo um lado do corpo. Os exercícios de força para esse tipo de PC devem focar no fortalecimento do lado mais fraco do corpo.

 

Alongamentos: 

 

 O alongamento é uma parte importante do exercício físico em pacientes com paralisia, devido aos altos níveis de espasticidade. O alongamento foca no aumento dos eixos de movimento das articulações afetadas. A duração das sessões de exercício é mais importante do que a intensidade. Cada paciente é diferente e o programa deve ser criado e apropriado para o ritmo de cada um.

 

A criança com Paralisia cerebral é vista como portadora de desordens sensória motora que interfere na interação com o meio ambiente, restringindo até mesmo o brincar que faz parte da aprendizagem motora. A adequação tônica é introduzida ao tratamento através de manuseios passivos leves e rítmicos com o paciente em postura relaxada favorecendo a iniciativa do movimento ativo funcional, como exemplos:

 

- Movimentos rotacionais ativos de tronco

- Atividades dinâmicas

- Treino de todas as etapas motoras e transferências posturais podem ser realizados na água

- Marcha

 

Procure sempre um profissional especializado na área e esteja seguro da sua reabilitação. 

Dr. Daniel Joakson, FISIOTERAPEUTA

 

SIGA DR. DANIEL JOAKSON NAS REDES SOCIAIS. CLIQUE >>>AQUI<<< E SIGA NO FACEBOOK.

118 bebês são atendidos com suspeita de microcefalia no 2ª mutirão realizado pelo HMV‏

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) e o Hospital Mestre Vitalino (HMV), localizado em Caruaru, divulgaram nesta segunda-feira (2) o balanço do 2º mutirão para diagnóstico em bebês com suspeita de microcefalia que aconteceu na última sexta (29). O HMV recebeu 118 bebês, sendo que onze deles tiveram diagnóstico fechado para a doença. As crianças são da Região Agreste e Sertão e, a partir desta semana, iniciarão um acompanhamento multiprofissional em unidades de referência do Estado de Pernambuco, composta por fonoaudiólogos, fisioterapeutas, oftamologistas, dentre outros.


Mesmo após o término do mutirão, o HMV continuará atendendo a população infantil para o diagnóstico de microcefalia. O agendamento continua por meio da Central de Regulação de Leitos do Estado que já encaminham os bebês para a unidade. A Central oferta 25 vagas por semana, todas as terças-feiras. Os bebês passam por avaliação especializada com neuroperiatra e fazem tomografia computadorizada e exames que LCR que complementa o diagnóstico.